Educação Construtivista e outras: Novos Sistemas Educacionais

Sempre protesto sobre o atual modelo educacional. O acho muito ruim, ele parte do princípio de que somos idiotas a serem transformados em robôs. Quando na verdade somos seres singulares e criativos, que podem crescer e interagir com o que está a nossa volta. Por isso decidi apoiar o projeto da Mariana Tiso, uma estudante do curso de Comunicação da UFV, que vai passar alguns meses coletando dados e vivenciando modelos alternativos de aprendizagem e ensino. Mas para isso, precisa de apoio financeiro, portanto segue abaixo os detalhes sobre o projeto e como ajudar. Desde já agradeço a todos!

Sobre o projeto para melhorar o sistema educacional

Por um novo modelo de Educação!
http://catarse.me/pt/marujapirata
Descrição
Por três meses ficarei no Estaleiro Liberdade, em Porto Alegre (RS) pesquisando novas formas de EDUCAÇÃO e colocando em prática o projeto De Maruja a Pirata. Contanto, para que isso seja possível, preciso do apoio dos amigos e daqueles que concordarem com minha ideia de uma nova forma de aprendizado. Segue abaixo tin tin por tin tin o que é o Estaleiro, como surgiu essa ideia, o que é esse projeto, o que você tem a ver com isso e porque e como me ajudar!

# O ESTALEIRO LIBERDADE

O Estaleiro é a escola para quem quer ser livre, um lugar para, além de sonhar, colocar esses sonhos em prática, baseando-se no empreendedorismo pelo autoconhecimento. O objetivo final é o crescimento pessoal e o desenvolvimento de projetos que gerem valor compartilhado – ou seja, para toda a sociedade.
http://estaleiroliberdade.com.br/
http://fb.com/estaleiroliberdade

# MARUJA MEL: DJPJ, TRUPICAH E RIDÍCULOS

Digo que o De Jovem pra Jovem e a TrupicaH foram marcos na minha vida. Sem eles, com certeza seria bem diferente do que sou agora. Pensar o protagonismo juvenil, a humanização das pessoas, o levar alegria me fez estar cada vez mais perto das crianças e da Educação.Até que resolvi fazer um projeto de extensão: o Palhaço é coisa séria! – que juntava a palhaçaria, educação e cidadania.
Dessa história surgiu o Ridículos, Grupo de Pesquisa em Palhaço (na UFV) que digo com orgulho que fundei. Palhaços são seres especiais, seres iluminados, que querem levar o bem a todos à sua volta. Sonhava, então, com uma Educação diferente – com um E maiúsculo.
Eis então que surge o projeto De Maruja a Pirata!
http://fb.com/dejovemprajovem
http://fb.com/trupicah
http://fb.com/ridicularize

# DE MARUJA A PIRATA

A escola. A taxa de evasão é alta, sabemos que o modelo educacional vigente não funciona como deveria, mas fazer o que? É o único modelo que tem. Só que não!
Já há muito tempo novas práticas pedagógicas vem sendo colocadas em prática em diversas escolas ao redor do mundo – mas não ficamos sabendo que elas existem.
O projeto tem como FINALIDADE a publicação de um livro com a compilação de vertentes, filosofias, pedagogias e práticas de escolas que, além de só valorizar conteúdo tradicional, deem prioridade a formação do indivíduo como ser humano, ciente de seu contexto social.
Uma segunda etapa, seria a implementação de algumas ideias estudadas em escolas que manifestarem o interesse.
+ informações em http://fb.com/demarujaapirata

# PRECISO DE SEU APOIO!

Para que dê certo e isso seja possível, preciso do poder da colaboração. Nada mais justo, uma vez que o projeto visa alcançar toda a sociedade, por que não pedir o apoio dessa mesma sociedade que será beneficiada? Esse apoio é comumente chamado Crowdfunding.

“CROWDFUNDING | Financiamento coletivo/colaborativo: é a obtenção de capital para iniciativas de interesse coletivo através da agregação de múltiplas fontes de financiamento, em geral pessoas físicas interessadas na iniciativa.”

Para tal, optei por utilizar da plataforma Catarse que objetiva financiar projetos que gerem valor compartilhado.
http://catarse.me/

Peço ajuda então, primeiramente aos amigos e familiares. Vocês que me conhecem, que ou já ouviram falar no projeto ou simplesmente me apoiam.
A meta é alta: R$7.000,00 (a prestação de contas se encontra no final da descrição do projeto na página do Catarse), mas o tempo ainda é grande. Mas o Catarse trabalha com a ideia de “tudo ou nada”. Ou consigo a meta, ou o dinheiro é devolvido aos apoiadores – e eu fico sem.

# COMO APOIAR?

NÃO PRECISA SER A SUA CASA OU OS SEUS OLHOS. R$10,00 JÁ ESTÁ ÓTIMO!
Se todo mundo que eu tivesse no Facebook colaborasse com R$10,00 essa meta já teria sido atingida no primeiro dia!

Você pode me apoiar de um jeito muito muito simples.
– Opções:
1. APOIADOR ONLINE
Diretamente pela página do De Maruja a Pirata: http://catarse.me/marujapirata
Você clica no BOTÃO VERDE, ao lado do vídeo “APOIAR ESTE PROJETO”, seleciona a recompensa e a forma de pagamento: débito em conta, boleto bancário ou cartão de crédito.

2. APOIADOR OFFLINE
Você não tem tempo ou disposição para descobrir com oajudar pelo Catarse, então pode contribuir depositando diretamente na minha conta ou então entregando pessoalmente – dinheiro esse que depois será investido no Catarse, para que alcance a meta estipulada.
Banco do Brasil
Agência 0428-6
C/c: 46.811-8

É um pouquinho que você ajuda daqui, um pouquinho que o outro ajuda de lá, e eu consigo realizar esse meu sonho. É algo que significa demais para mim.
Conto com vocês!

– Acesse a página no Catarse e veja o vídeo de divulgação! Escolha sua recompensa! http://catarse.me/marujapirata
– Confirme seu apoio no evento: http://migre.me/dww9Y

Publicado por

admin

Graduado em admnistração pela UFV, atua na como coordenador de projetos web há mais de dez anos. Já trabalhou em 3 empresas no Vale do Silício e gerenciou mais de 1 milhão no Google Adwords e 100 mil dólares no Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *