Dilma, José, Clodovil, a WEB, a Inflação e os Deputados Corruptos

Depois de ter visto o corte de 50 bilhões de reais, para combater a inflação, que a presidente Dilma anunciou e ter lido sobre o deputado federal José Antônio, a conclusão que chego é que o Clodovil é que tinha razão. Calma vou explicar.

O deputado José Antonio Reguffe foi notícia na VEJA por ser um deputado diferente, o que ele faz de tão extraordinário? Pasmem, abre mão de verbas desnecessárias, de 21 acessores dos 30 que cada deputado tem direito e do 14º e 15º salário. Quando perguntado o porque disso responde. Moro em Brasília, então não preciso de auxílio moradia e nem de tantas milhas para viagens de avião, já fui Deputado uma vez e sei que 9 acessores me atendem muito bem, além do que 30 não caberiam na sala, e se todo trabalhador recebe apenas o 13º e sou um representante do povo, nada mais justo que não receber o 14º e 15º salários.

Segundo estimativas da revista VEJA ao final de 1 mandato de 4 ano, a honesta atitude de José Antônio resultaria em uma economia de 2,4 milhões de reais! E se estas atitudes fossem repetidas por toda a Câmara, a economia total ao final do mandato de todos, seria de 1 bilhao, 228 milhões e 800 mil reais.

Se dinheiro atrai dinheiro, com certeza 1,2 bilhões investidos ao longo de 4 anos podem se transformar em pelo menos 10 bilhões. Esta seria a quantia economizada pelo país apenas com os deputados federais tomando vergonha na cara.

Agora imaginem se a proposta do Deputado Clodovil houvesse sobrevivido à Câmara? Ele propunha passar o número de deputados de 513 para 260. Este projeto foi feito com base em observação dos países desenvolvidos, em que muitos, apesar de terem uma população até maior que a do Brasil não chega aos seus pés em número de deputados. Reparem a tabela que compara o número de congressistas brasileiros e americanos com base no número de habitantes:

A população dos EUA é quase o dobro da do Brasil e nós temos mais congressistas (entenda-se vagabundos) que eles

Brasil – População 190 milhões
PIB (U$ bilhões ) 620
Deputados 513
Senadores 81
Total Congressistas 594

EUA – População 300 milhões
PIB (U$ bilhões) 12.500
Deputados 435
Senadores 100
Total dos Congressistas 535

Já sabemos quanto ganharíamos se os Deputados tomassem vergonha na cara e economizassem um pouquinho 10 bilhões em 4 anos, o que dá 2,5 bi ao ano. Agora vamos fazer a contabilidade do quanto ganharíamos se eles não fossem tão numerosos quanto baratas, se fosse como nos EUA:

Um Deputado custa ao país 166 mil, 512 reais e 9 centavos por mês. Multiplicando-se isto por 12, resulta num custo anual de 1 milhão, 998 mil, 145 reais e 8 centavos. Como 513 menos 260 é igual a 253, se multiplicarmos isto pelo custo anual de cada Deputado chega-se a economia anual de 505 milhões, 530 mil, 705 reais e 24 centavos. Como o mandato é de 4 anos, a economia total seria de 2 bilhões, 22 milhões, 122 mil, 820 reais e 96 centavos. Imaginando que isto, investido por um especialista, ao longo de 4 anos resulte em pelo menos 12 bilhões de reais, ou 3 bilhões ao ano , a economia pro povo brasileiro seria de 5,5 bilhões de reais anuais.

Mas, voltando a realidade a conta acima está errada porque ela foi feita com base nos dados referentes ao dia 22 de julho, quando saiu a reportagem da revista Super Interessante sobre quanto custa um Deputado, de lá pra cá houve o aumento de 61%, na surdina da semana de natal, do salário dos Deputados. Além disso, aposto que calculei os investimentos da economia por baixo e não levei em conta o poder de crescimento do páis se os Deputados fizessem um bom trabalho.

Diante de tudo isso e admirando a coragem da Presidente Dilma de fazer o corte de 50 bi, que irá nos custar o fechamento dos concursos federais por tempo indeterminado, o que acho que ajudaria o Brasil mesmo, seria eleger um presidente herói, capaz de bater no peito e fazer a reforma tributária, pevidenciária e política. Mas, como não podemos ficar parados esperando que um anjo caia do céu, devemos fazer nossa parte. Sugiro que sigamos o exemplo dos egípcios que usaram os novos meios de comunicação para acabar com a ditadura, crie um blog e denuncie. Além disso há sempre a possibilidade de ganhar dinheiro com o conteúdo que produzimos, o meu já paga o aluguél. Se não souber como criar um blog ou ganhar dinheiro com ele é só deixar um comentário que entrarei em contato para ajudá-lo.

Vídeo de Arnaldo Jabor elogiando a coragem da Presidente Dilma para fazer os cortes necessários para deter o aumento da inflação

Abaixo está a matéria na integra da revista Super Interessante sobre quanto custa um Deputado. Lembrando que a matéria é de 22 de julho de 2010, os custo já aumentaram bastante

Quanto custa um Deputado?

Reclamamos do alto salário dos 513 Deputados federais, mas ´o problema são as verbas`, diz o coordenador de projetos da ONG Transparência Brasil, Fabiano Angélico. No gráfico abaixo, o tamanho de cada item corresponde ao seu custo.

por EMILIANO URBIM, THAIS SANT´ANA, GABRIEL GIANORDOLI E CÁSSIO BITTENCOURT

Custo da Verba de Gabinete de cada Deputado
Custo da Verba de Gabinete de cada Deputado

VERBA DE GABINETE

Cada um dos 513 Deputados federais possui esta verba mensal para gastar com material de escritório e pagar até 25 assessores parlamentares. Os Deputados federais brasileiros estão entre os que podem contratar mais gente.

Valor da Verba Indenizatória de cada Deputado
Valor da Verba Indenizatória de cada Deputado

VERBA INDENIZATÓRIA

É para gastos com gasolina, comida, hospedagem, aluguel de escritório (sim, além dos que eles têm no Congresso) e consultorias – sendo que consultoria pode ser qualquer coisa que os Deputados decidirem chamar de consultoria.

Qual o Salário dos Deputados Federais?
Qual o Salário dos Deputados Federais?

SALÁRIO DOS DEPUTADOS FEDERAIS

Além do 13º, há mais dois salários extras no início e no fim do ano legislativo, para dar uma força.

DEPUTADOS GANHAM MAIS QUE O PRESIDENTE LULA

Não admira que Deputados se achem importantes: ganham mais que o presidente.

Custo do Auxílio Moradia para Deputados Federais
Custo do Auxílio Moradia para Deputados Federais

AUXÍLIO MORADIA

A ajuda no aluguel vale até para Deputados do Distrito Federal. A alternativa seriam apartamentos funcionais, que acabam repassados a assessores e parentes.

COTA POSTAL E TELEFÔNICA

É preciso muito correio e DDD para contatar as bases. A cota também pode incluir a conta da banda larga.

IMPRESSÕES E ASSINATURAS: R$ 1 000

Além de imprimir o que acharem necessário, nossos representantes têm uma grana para assinar jornais e revistas.

Passagens para Viagem e Assistência Média a Deputados Federais
Passagens para Viagem e Assistência Média a Deputados Federais

PASSAGENS

Deputados ganham viagem ida e volta de Brasília para o estado que representam. São R$ 9 mil por mês que não precisam de justificativa – pode ser convenção partidária ou festa junina.

ASSISTÊNCIA MÉDICA

O Deputado e sua família podem pedir reembolso ilimitado de gastos com saúde. Em 2009, a Câmara gastou R$ 50 milhões com médicos e dentistas: deu R$ 8 mil para cada.

Custo Mensal de um Deputado ao País
Custo Mensal de um Deputado ao País

CÂMARA INDISCRETA

Comparação do custo de um Deputado federal com a riqueza média gerada por um cidadão em alguns países.

Fontes ONG Transparência Brasil e Câmara dos Deputados

Como a internet vai mudar o atual modelo do sistema de ensino

Imagine sempre que você estudar, ao final ou durante o estudo fosse escrevendo um post com os melhores vídeos, slides, podcasts e artigos que encontrasse. Juntasse isto tudo e fizesse um post seu, com suas palavras, ou vários. Ao final de 5 anos, se o material desenvolvido fosse realmente de qualidade, não tenho dúvida alguma, você seria uma pessoa auto sustentável!

Digo isto com base na minha experiência de 2 anos com blogs. Quando comecei NÃO SABIA NADA! Fui  simplesmente escrevendo sem me preocupar muito com coisas técnicas, até que um dia meu site começou a fazer sucesso, mais de mil pessoas por dia o frequentavam e sempre deixavam comentários. Nessa altura já estava estudando mais a fundo como ganhar dinheiro com esta audiência e tive a péssima ideia de mudar o nome do site, foi aí que meus problemas começaram. Hoje, rumo a mesma audiência que tinha antigamente, com um conhecimento técnico que fui obrigado a aprender para voltar a ser um site reconhecido pelo google, e já tendo sido agraciado duas vezes com mais de 200 dólares, posso dizer, sou completamente capaz de ajudar você a ganhar dinheiro na internet!

Migrei todo o conteúdo do culturalivre.com de volta para o diegolopes.com.br e fiz do Cultura Livre, uma rede de blogs que crescerá sobre minha supervisão. Os primeiros blogs serão feitos em parceria com uma escola, estou pensando em pegar da quinta a oitava e abrir blogs para todos os alunos. Isto seria feito em parceria com a escola de modo que alguns trabalhos e até provas já seriam pensadas em termos multimídia para poderem ser publicadas no site do garoto. Afinal, quem fez a prova e os trabalhos foi o garoto, nada mais justo que deixar ele ganhar dinheiro o resto da vida com isto. Isto iria incitá-los a fazer alguma coisa de maior qualidade, lembre-se trabalho mal feito menos dinheiro.

Os sites de maior audiência irão ser recompensados de alguma forma mensalmente. E 80% do rendimento do blog será do aluno e 20% ficarão para minha empresa 🙂

Site especializado em Língua portuguesa, as melhores vídeo aulas

Aulas sobre Língua Portuguesa
Aulas sobre Língua Portuguesa

Em função de ver que seria melhor paar a organização e execução do projeto Universidade Virtual Grátis para todos uma comunidade de blogs e não apenas um, foi que voltei o nome do site para diegolopes.com.br onde voltará a ser um pouco mais pessoal e terá matérias sobre o dia-a-dia profissional também.

O culturalivre.com abrigará todos os blogs e indicará suas melhores matérias, enquanto que o de língua portuguesa ficará neste subdomínio:

linguaportuguesa.culturalivre.com

A Economia do grátis e seu valor social, jogos salvam vidas!

FarmVille Mafia Wars Zynga Haiti

É agora que o Haiti vira um país de primeiro mundo. Para arrecadar fundos para ajudar a nação devastada por um terremoto, a Zynga anunciou o lançamento de itens especiais em seus três populares aplicativos no Facebook: FarmVille, Mafia Wars e Zynga Poker.

São itens que serão vendidos dentro dos jogos, e que terão 100% de seu custo revertido para o fundo de ajuda ao Haiti. No FarmVille, são sementes de milho, no Mafia Wars, um tambor haitiano e no Zynga Poker, um pacote de fichas especiais.

Juntos, os três aplicativos tem mais de 40 milhões de usuários diariamente. Em poucas horas, a Zynga afirmou que já arrecadou cerca de US$ 1.2 milhão de dólares para o Haiti através da venda de itens sociais virtuais, é mais do que a Cruz Vermelha angariou com doações via SMS, conforme anunciado ontem.

É a economia dos aplicativos e as máquinas de fazer dinheiro da Zynga prestando ajuda social, para aqueles que precisam de uma desculpa virtual para colaborar.

Fonte: http://www.brainstorm9.com.br/2010/01/15/ajude-o-haiti-jogando-farmville-e-mafia-wars/

Empretec: Programa para o desenvolvimento de empreendedores

Você tem ou pretende montar o seu negócio, descubra no dia 28 de janeiro, às 19h no SEBRAE-SP, Av. Andrade Neves, 1811, como funciona e como você pode participar do EMPRETEC.

Já implantado, com excelentes resultados, em diversos países do mundo, o EMPRETEC é executado no Brasil pelo SEBRAE, em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento e a Agência Brasileira de Cooperação do Ministério das Relações Exteriores.

O EMPRETEC – Programa para o desenvolvimento de Empreendedores – apresenta um diferencial marcante com relação a outros sistemas de desenvolvimento empresarial. É o único que está voltado para o aproveitamento do potencial de mobilização e do “impulso de melhoria” do próprio empreendedor como um positivo e eficaz elemento de realização empresarial na criação, consolidação e ampliação de negócios.

Com o objetivo de estimular o desenvolvimento de negócios inovadores nas áreas do comércio, indústria, serviços e agronegócios, o Programa se baseia no fato de que o sucesso empresarial não depende apenas da habilidade do empreendedor para o gerenciamento dos negócios, mas, principalmente, do melhor aproveitamento de características como iniciativa, persistência e exigência de qualidade e eficiência, que estão presentes no comportamento de empresários bem-sucedidos.

Participe: http://www.sebraesp.com.br/no_estado/interior/sudeste_paulista_campinas/empretec

Como empreender? Conheça o curso a distância gratuito sobre isso

//

Sebrae Nacional

Cursos pela internet IPGN e Aprenda a Empreender
Cursos gratuitos pela internet orientam empresários
Fonte: Sebrae Nacional

Sebrae oferece dois cursos gratuitos para quem deseja iniciar um negócio ou repensar seu empreendimento.

O Aprender a Empreender trata dos conceitos básicos sobre empreendedorismo, mercado e finanças e é voltado para empresários formais e informais de pequenos negócios nas áreas de comércio, indústria, serviços e agroindústria.

Já o IPGN orienta o empreendedor a organizar suas idéias e recursos e indica um roteiro com os principais aspectos a serem considerados no planejamento e abertura de um negócio. Como resultado, o IPGN ensina, passo-a-passo, a elaborar um Plano de Negócio.

Saiba mais sobre eles:

Aprender a Empreender

O conteúdo está distribuído em três módulos: Empreendedorismo, Mercado e Finanças.

A carga horária equivale a 16 horas presenciais. O participante deve completar os estudos em 30 dias. Neste período ele determina o seu ritmo de estudo e o recomendável é dedicar cerca de  3 horas e 45 minutos por semana. Considere 50 minutos por dia em média e não ultrapasse este período.

O curso é indicado a quem pretende iniciar seu negócio; a quem quer noções básicas de como gerir um empreendimento; a quem já tem um pequeno negócio e quer iniciar sua capacitação em empreendedorismo e também a quem precisa repensar o seu empreendimento.

O curso é gratuito e é necessário computador com acesso à internet.

Para se inscrever, acesse o site http://www.ead.sebrae.com.br/

Clique em “Cadastre-se”, à direita da tela. Além de um e-mail de confirmação da matrícula, o aluno será avisado quando do início do curso. Para quem já possui cadastro basta entrar com login e senha e escolher o curso.

No decorrer do curso você contará com o apoio e a orientação de um tutor experiente no assunto, que fará o acompanhamento de cada aluno, além de sanar dúvidas e estimular a discussão de temas importantes para o empreendedor. Durante o curso, o aluno também terá a oportunidade de interagir com outros participantes.

IPGN

O Iniciando um Pequeno Grande Negócio pela Internet – IPGN é um programa do Sebrae que orienta o empreendedor a elaborar um Plano de Negócio.

Um Plano de Negócio é um documento que especifica os principais fatores necessários para a criação de um negócio, seja ele pequeno ou grande. Ele consiste em dar respostas, cuidadosamente organizadas, a uma série de perguntas consideradas vitais para quem pretende começar um empreendimento. É um documento escrito, cuja elaboração irá permitir que você conheça melhor seu futuro negócio, além de avaliar a viabilidade de sua implementação.

O curso é gratuito e é necessário computador com acesso à internet.

Para se inscrever, acesse o site IPGN – Iniciando um Pequeno Grande Negócio:

O curso tem duração de 30 dias com certificação de 16 horas. Neste período, você determina o seu próprio ritmo. No entanto, para ajudá-lo em seu planejamento de estudo, sugerimos que você se dedique ao IPGN em média 5 horas por semana, não ultrapassando 1 hora de estudo por dia. Recomendamos também, que você distribua o tempo dedicado a cada módulo, conforme o cronograma abaixo:

Módulo 01:Perfil do Empreendedor (2 dias)

Capítulo 01: O empreendedor (1 dia)
Capítulo 02: As características do comportamento empreendedor (1 dia)

Módulo 02 – Identificando Oportunidades de Negócios (6 dias):

Capítulo 01 – Idéias e oportunidade (3 dias)
Capítulo 02: Definindo a missão do seu negócio (3 dias)

Módulo 03: Análise de Mercado (8 dias)

Capítulo 01: O que é e para que serve a análise de mercado? (1 dia)
Capítulo 02: Análise do mercado consumidor (2 dias)
Capítulo 03: A criação do instrumento de pesquisa (2 dias)
Capítulo 04: Conhecendo seu mercado concorrente (2 dias)
Capítulo 05: Conhecendo seus fornecedores (1 dia)

Módulo 04: Concepção dos Produtos e Serviços (7 dias)

Capítulo 01: Concepção dos produtos e serviços (2 dias)
Capítulo 02: O projeto adequado do processo (1 dia)
Capítulo 03: Fluxograma: ferramenta para projetar os processos (2 dias)
Capítulo 04: Diferenciando seu negócio em todos os processos (2 dias)

Módulo 05: Análise Financeira (7 dias)

Capítulo 01: Análise financeira (2 dias)
Capítulo 02: O levantamento de custos (2 dias)
Capítulo 03: Quanto custa o seu produto/serviço? (2 dias)
Capítulo 04: Indicadores de desempenho (1 dia)

Cursos também podem ser feitos de forma presencial

Os cursos Aprender a Empreender e IPGN também podem ser feitos de forma presencial (você não faz pela internet, mas nos postos de atendimento do Sebrae em todo o Brasil. Veja neste mapa o posto de atendimento mais perto de você. Estas versões não são gratuitas, mas o Sebrae subsidia parte do investimento. Procure o Atendimento mais próximo de você para consultar sobre os valores.

Além destes dois cursos, o Sebrae oferece gratuitamente os programas:
Como Vender Mais e Melhor, Análise e Planejamento Financeiro e D-Olho na Qualidade.

Como elaborar um plano de negócios, segundo o SEBRAE

Plano de negócio


//

Próprio, o programa que orienta o candidato a empresário
Desperta, informa e capacita para a abertura de uma empresa
Ter um negócio constitui o sonho de muita gente. Para torná-lo realidade, é preciso que os novos empreendedores contem com o apoio e a orientação de profissionais especializados. Conhecer a realidade do mercado e organizar cuidadosamente um plano de negócios é essencial para alcançar o sucesso.

//

//

Plano de negócio: análise de riscos
Aspectos que avaliam a atratividade de uma empresa
O conhecimento de alguns aspectos da vida das empresas deve permitir a avaliação do grau de atratividade do empreendimento, subsidiando a decisão do futuro empresário na escolha do negócio que pretende desenvolver.

//

//

Plano de negócio: o que é preciso saber
Dados cujo conhecimento é necessário para o desenvolvimento do negócio
Conhecer o ramo de atividade, definir produtos e analisar o local de estabelecimento constituem algumas medidas que o empreendedor tem de levar em consideração na hora de montar o seu negócio.

//

//

Núcleo Internet
Como elaborar um plano de negócio
Um roteiro precioso para você planejar a sua empresa e criar documento vivo que descreve os objetivos de um negócio
O plano de negócio é o melhor instrumento para traçar um retrato fiel do mercado, do produto e das atitudes do empreendedor. Desenvolver o seu é um sinal de maturidade e planejamento – através de seu plano de negócio quem quer iniciar uma empresa tem mais segurança para alcançar o êxito e também ampliar ou promover inovações.
Fonte: http://www.sebrae.com.br/momento/quero-abrir-um-negocio/planeje-sua-empresa/plano-de-negocio

Campuseiros apresentam projetos na Campus Party 2009

Em Campuseiros Apresentam você terá a oportunidade de apresentar seu projeto durante a Campus Party, conseguindo assim obter uma avaliação e recomendações de especialistas na área, e reconhecimento por parte da indústria.

Esta é uma grande oportunidade para divulgar sua ideia para uma audiência formada por especialistas, investidores, empresários, desenvolvedores, meios de comunicação e o público em geral.

A dinâmica de apresentação dos projetos é simples: cada empreendedor terá 15 minutos para convencer a bancada, com 4 investidores/especialistas, que o seu negócio é inovador e possui um grande diferencial competitivo. A banca terá até 10 minutos para analisar e avaliar a viabilidade de cada projeto. O público poderá fazer perguntas ao(s) autor(es) do projeto nos 5 minutos finais.

As apresentações ocorrerão de 26 a 29 de janeiro, em 3 sessões diárias. Durante esses quatro dias de apresentações, no palco de uma sala exclusiva, teremos um total de 40 projetos. Destes, serão selecionados 10 para a grande final de sábado, das 17h00 às 22h00 na Área de Inovação.

Pré-requisitos para participar:

1°) Inovação : o projeto deve ter uma diferenciação tecnológica e/ou competitiva em relação ao que existe em seu ramo de atividade, assim como um grande potencial de mercado.

2°) Aplicação Tecnológica : tem que ser um produto ou serviço que resolva, claramente, um problema ou carência do mercado atual ou futuro, nacional ou mundial.

3°) Espírito: o empreendedor deve estar preparado e estar ciente dos desafios e obstáculos relacionados à criação de uma grande empresa. Deve também estar disposto a trabalhar em equipe, compartilhando decisões e riscos.

4°) Vídeo de apresentação : O empreendedor deve elaborar um vídeo ou uma apresentação com áudio de até 5 minutos, explicando no que consiste e/ou como funciona o seu projeto.

5°) Plano de Negócio : é o melhor instrumento para traçar um retrato fiel do mercado, do produto e das atitudes do empreendedor. Desenvolver o plano de negócio é um sinal de maturidade e planejamento e é através dele que quem tem interesse em iniciar uma empresa tem mais segurança para alcançar o êxito e também ampliar ou promover inovações. Prepare seu plano de negócios! Aqui você encontra um roteiro elaborado pelo Sebrae.

Os autores dos projetos inscritos em Campuseiros Apresentam terão todos os direitos legais sobre seus conteúdos e poderão interagir diretamente com parceiros de mercado interessados em suas ideias de inovação.

Os critérios de seleção de projetos serão definidos por um júri e pelos organizadores do evento. Os 10 melhores projetos selecionados para apresentação final farão parte da seção Banco de Projetos dentro da página da Campus Party Labs.

Inscrições

Para participar clique aqui, faça o seu login como campuseiro e inscreva o seu projeto.

As inscrições vão até o dia 22 de janeiro!!! Não perca essa oportunidade!

Fonte: http://www.campus-party.com.br/Campuseiros_Apresentam.html

O que é Cultura Livre

liberdade-passaro-voando
Seja livre e ganhe dinheiro com isto

Você não se sente um idiota, ao ficar sentado 5 horas, escutando professores que você sabe que não são bem capacitados falando sem parar sobre um assunto que eles não dominam, e que muitas vezes você o domina perfeitamente bem, ou pelo menos tem alguma coisa para falar sobre para a turma mas não pode?

O engraçado é que algumas vezes o professor é especialista no assunto diante do mundo acadêmico, mas na hora do vamos ver mesmo é um bosta! Sabe porque isto acontece?

Para fazer o doutorado numa universidade federal, por exemplo, deve-se fazer uma prova e depois uma entrevista. Não raro acontece de alguém ir super bem na prova, e se dar mal na entrevista, que é muito subjetiva e é avaliada apenas por poucas pessoas. Ou seja, além de prova não provar que alguém é especialista merda nenhuma, porque tem muito doido aí que consegue decorar coisas com a maior facilidade, ainda tem o fato de poucas pessoas poderem decidir se alguém está apto ou não a fazer uma especiliadade ou a ganhar o título dela. Poucas pessoas são mais fáceis de serem corrompidas, além de já estarem estragadas pelo sistema, porque eles ganharam o título de especialistas neste mesmo modelo.

Antigamente, quando a informação estava disponível apenas a poucas pessoas, devido ao seu aprisionamento físico nos livros das bibliotecas, realmente não tinha como haver outro modelo de se destribuir títulos. Mas hoje, com o advento da internet, isto já é possível.

Este outro modelo, que irá diminuir a corrupção e a escravidão da Era da Informação, aliado ao Creative Commons e à Economia do grátis, dá-se o nome de Cultura Livre.

O que é Creative Commons

Imagine um professor reconhecido não pelo papel que carrega na mala, mas pelos milhares de acessos e comentários que tiveram em seu blog. Isto seria bom para o professor, que ganharia dinheiro pela publicidade, e para os alunos que teriam toda a vida acadêmica do profesor disponível para ser lida e relida por quem quisesse. Não teríamos de ficar indo à biblioteca estudar, pois o conteúdo da prova estaria no site do professor.

Além disso, se os professores ganharem dinheiro na internet isto iria forçá-los a sabê-la usar melhor, o que resultaria em mais conteúdo de qualidade na rede. É um absurdo professores não terem nem um perfil no Youtube com algumas playlists com vídeos bem escolhidos relacionados à sua matéria. O maior banco de vídeos sobre administração e empreendimento brasileiro, está no site endeavor.org.br, lá tem centenas de palestras dos maiores empresários do Brasil. Eu faço administraçõ na UFV, você acha que algum professor lá sabe disso? Sabe nada! Tem PhD em administração lá que não sabe nem quem é Barão de Mauá.

Sendo assim, é claro que o atual modelo do sistema de ensino está fadado a mudar rapidamente, porque ninguém mais aguenta isto. Minha irmã já faz vestibular desde os quinze anos de idade, se continuar assim, logo ninguém terá mais tempo pra nada, se já não é assim.

História da Internet. Documentário sobre a Bolha do Mercado Web, Ebay e Amazon

A bolha da internet
A bolha da internet

Discovery Channel – Download: A verdadeira história da internet

Discovery Channel – A Bolha: Ebay e Amazon

Terceiro episódio da série E Bay e Amazon Título original: The True Story of the Internet – The Bubble. Documentário feito pelo canal Discovery Channel sobre a internet, uma série de 04 episódios (Guerra dos navegadores, A Pesquisa, EBay e Amazon (A Bolha), Podser das Pessoas)

[tubepress mode=”playlist” playlistValue=”E760A1D6494F8AF2″]