Dicas de SEO para WordPress

tutorial-seo-wordpress
tutorial-seo-wordpress
http://codex.wordpress.org/Search_Engine_Optimization_for_WordPress
http://www.wolf-howl.com/video/make-wordpress-search-engine-friendly/
http://www.sequelanet.com.br/2009/07/ping-seu-blog-com-o-autopinger.html
http://www.askapache.com/seo/robotstxt-mattcutts-noindex.html
http://www.askapache.com/seo/updated-robotstxt-for-wordpress.html

É com imenso pesar que escrevo este post para a comunidade de desenvolvedores.

Infelizmente sou obrigado a concordar com algumas afirmações do MarcoGomes de que surgiu uma indútria idiota em função dos buscadores. Somando os tutoriais que li, já deve ter dado uns 20 livros ao todo sobre o assunto. E o que reparei é que ninguém sabe ao certo como melhorar de verdade os sites para os buscadores. O termo SEO tem sido visto como uma especialidade no mundo web, mas acho que não passa de sinônimo de competência. Se alguém faz um site bom para os buscadores não é algo a mais que ele vende pro cliente, é simplesmente o mínimo. Tá certo que a função de SEO se justifique para sites grandes e antigos, mas antes deve ser feito um balanço se não compensa na verdade refazer o site em outra plataforma ao invés de tentar tapar buracos.

O Google tem mais de 250 fatores para definir se um site vai ou não ficar entre os primeiros, então porque ficar discutindo isso ao invés de fazer conteúdos de qualidade? Pra mim já chega, perdi muito tempo com isso e deixo aqui a minha conclusão sobre o assunto.

Se uma tecnologia ficou antiga refaça o site com outra. Pra comércio eletrônico a própria locaweb parece disponibilizar um software livre pra isso. Pra sites tem o Joomla!, Mambo, Drupal e etc, ou sua própria plataforma que pode ser adaptada pra SEO. E pra blogs ou determinados tipos de site, o próprio WordPress.

Para se adaptar o seu CMS aos padrões de SEO procure algo no google como disponibilizar linkes amigáveis, que são aqueles que não passam um monte de parâmetros malucos pela URL.

E para se adaptar sistemas próprios ao Google Analytics, veja o vídeo de treinamento disponível no próprio Youtube.

E em último caso faça emendas em seu sitema se não quiser fazer um novo. Mas o caso é que dentro destas 250 chaves do Google os especialistas em SEO não estão conseguindo responder nem questões simples direito, quanto mais apresentar um conhecimento vasto sobre o assunto. A verdade é que as plataformas disponíveis já dão conta de enterrar esta nova mas já antiga profissão.

MAS DEPOIS DESTA BREVE INTRODUÇÃO, VAMOS FALAR ESPECIFICAMENTE DE SEO PARA WORDPRESS:

  • Quando se registra uma URL nova de um post a antiga continua valendo, isto gera conteúdo duplicado e é uma alternativa apenas durante algum tempo. Depois que se constata que as antigas URLs não estão sendo mais usadas vale a pena apagá-las do banco de dados. Esta informação está na Tabela WP_postmeta e tem o nome de _wp_old_slug, depois da constatação de que falei é só deletá-las que o conteúdo duplicado some.
  • O melhor plugin de SEO para WordPress é o All in One SEO Pack. Se você está lendo este post provavelmente você já deve tê-lo. Ele permite editar as descrições e metakeywords pra tudo quanto é tipo de página no WordPress. Porém o que pouca gente sabe, é que ele pode entrar em conflito com o TEMA. Este conflito não é de funcionamento em si, e sim de passar informações duplicadas aos buscadores, fazendo com que setem uma descrição prum post seu, que na verdade é do seu index e não do texto em si. Você pode perder posições preciosas por causa disto. Eis a pergunta e a resposta disponível no FAQ deles sobre isso:
    Pergunta: Depois de ativar o plugin eu vejo duas Meta Tags repetidas, por quê?
    _ Por favor edite seu tema e remova qualquer meta description e/ou meta keywords que ele possuir. Se não for seu tema, provavelmente você está usando outro plugin que está gerando elas, desabilite-o.

EIS ALGUMAS DÚVIDAS QUE TIVE E QUE NINGUÉM CONSEGUIU RESPONDÊ-LAS FIRMEMENTE, E QUE AGORA DISPONIBILIZO A RESPOSTA AQUI, PELAS MINHAS PRÓPRIAS EXPERIÊNCIAS:

  • Meta keyords no wordpress, gerar urls a partir delas é bom?.
    As metakeywords no WordPress, ou tags, permitem que sejam geradas URLs a partir delas. Isto é bom sim e não gera conteúdo duplicado de acordo com relatórios do “Ferramentas do Google para Webmasters”.  As tags devem ser usadas como se fossem títulos secundários. Imaginem o que o usuário padrão escreveria no google para procurar sobre o assunto que vc está escrevendo e defina o título a partir disso. Depois pense em qual seria a segunda frase mais procurada para seu conteúdo e defina as tags nesta logica. Depois de uns três exercícios deste, agora defina as “tags palavras” apenas como modo de navegação complementar entre seus posts, sem preocupação com os mecanismos.
  • Palavras chave – Pequenas ou grandes – com ou sem acento?
    O tamanho das tags deve ser definido com a média do número de palavras que é usada nos navegadores, se não me engano deve estar em 5 e com tendência de alta, então as tags longas são permitidas sim, mas sempre de olho nesta referência.

POR ÚLTIMO GOSTARIA DE COLOCAR ALGUMAS DÚVIDAS QUE TENHO PESQUISADO E QUE AINDA NÃO ACHEI RESPOSTA. SE ALGUÉM SOUBER, POR FAVOR COMPARTILHE CONOSCO.

  • O plugin do WordPress Global Translator gera conteúdo duplicado?
  • Quando se sabe que um conteúdo compete com outro, sendo que o Google tem 250 chaves para definir isso e ninguém sabe quais são todas elas? Se é através de pesquisas e experiências cadê elas?

Desde já gostaria de pedir desculpas aos erros deste post é que eu gosto de ir corrigindo aos poucos msm pq se não atrapalha o rendimento. e tb quero deixar claro que o q falei é uma crítica construtiva e não apenas pra escrachar. O pessoal do MestreSeo tem sim um grande valor pra comunidade a medida que passa plugins e nos ensina a lidar com as ferramentas do google como google trends, o q n acho certo é alguns se acharem especialistas que tem todas as respostas qd n é bem assim, se não sabem de tudo questionem e abram mais espaços para os usuários falarem o que pensam a respeito de determinadas matérias, sugiro uma enquete. Vou mudando este post aos poucos inserindo novas informações durante um mês mais ou menos, por isso voltem sempre e falem o q pensam nos comentários, só n quero agressividade e palavrões num tema tão polêmico assim.

Publicado por

Diego Lopes

Graduado em admnistração pela UFV, atua na como coordenador de projetos web há mais de dez anos. Já trabalhou em 3 empresas no Vale do Silício e gerenciou mais de 1 milhão no Google Adwords e 100 mil dólares no Facebook.

3 comentários sobre “Dicas de SEO para WordPress”

  1. E ai cara, acredito que seja um cara, n sei p q:D, mas quanto ao que você escreveu acima, o plug-in global translator não gera exatamente conteúdo repetido no seu blog, mas ele pesa com palavras chave que você não colocou lá.
    Tah, falando assim fica confuso, o que acontece é que o plug-in coloca várias bandeiras na barra lateral, e em cada uma dessas bandeiras tem a palavra “flag”, uma ves por bandeira(não sei onde estao elas mas estão lá), e o google analiza o conteúdo todo da página, não só os posts, e acaba parecendo que o blog tem relevância na palavra “flag”, e pior, ele aparece em todas as páginas, aumentando o número de incidencias,acabando assim com tudo que você fez de SEO para o blog, e ainda corre o risco de passar por spammer por repetir tantas veses a mesma palavra.
    Pra ter uma ideia melhor do que falei faça um blog de teste, coloque o plug-in e cadastre esse mesmo site no analytics do google, em uma semana ou duas aparecem as palavras mais relevantes do blog,ai você percebe o peso das “flags”.

  2. Opa, este texto tem uma parte que é nova e outra antiga. Estou melhorando ele e pensando em tirar a parte antiga. Obrigado pela resposta, mas infelizmente chegou tarde dimais, já tem muito conteúdo com a flag no meu webmaster tools rssr
    Definitivamente não vale à pena usar o Global Translator, gera um tráfego no curto prazo mas no longo é osso.
    Abraço!

  3. Kra, você veio na hora certa, tem um tempo que to penando pra isto. Como limpo meu cache de forma rápida e prática para corrigir este problema crônico. Pois já mudei o layout, tirei o plugin e mesmo assim está ele lá aparecendo constantemente no meu google Web Master tools.
    Abço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *